Quem somos?  Onde vivemos?  O que fazemos?

Olá! Meu nome é Carol e esses são o Chuvisco e o Chicó, os responsáveis pela criação da Pet no Pote! Estranho, né?

Então senta que lá vem história! ;)

Em outubro de 2016 eu resgatei o Chuvisco na Rodovia Dutra, numa base da Polícia Rodoviária em Guarulhos, São Paulo. Ele estava muito sujo, desnutrido, dormindo dentro de um velho carro abandonado e os

Imagem11.jpg

policiais me contaram que não conseguiam se aproximar dele pois ele era um cãozinho super medroso – provavelmente por conta dos muitos maus tratos que sofreu enquanto estava na rua. Ele só saía desse carro abandonado para comer durante a madrugada, quando não tinha mais ninguém à vista. Porém, assim que me viu, ele já abanou o rabinho e se aproximou, sem medo! Entendi aquilo como um sinal muito claro: ele queria me adotar!

Voltamos juntos para São Paulo e fomos direto para um pet shop, já que ele precisava desesperadamente de um banho, uma tosa e uma consulta veterinária. Quando chegamos na clínica, a moça da recepção perguntou o nome dele, mas eu ainda não havia pensado nisso. Olhei pela janela e estava caindo uma chuvinha tão gostosa lá fora...

“Chuvisco! Ele vai chamar Chuvisco!”

WhatsApp Image 2020-11-23 at 21.59.54.jp

Depois, fomos para casa e o Chuvisco comeu bastante, bebeu água e foi apresentado à sua nova caminha. Ele ficou me olhando, sem saber muito pra quê aquilo servia, afinal. Quando o coloquei em cima da caminha, ele sentiu a fofura dela com as patinhas, e finalmente entendeu que nunca mais teria que dormir no chão de novo! Agora ele tinha uma cama quentinha, comida gostosa e fresquinha, e o mais importante: amor!

Chuvisco se apegou a mim com uma intensidade que eu nunca havia visto antes, ele não desgrudava nem por um minuto: onde eu ia, ele estava logo atrás (e isso continua até hoje!). Íamos à pracinha juntos, dormíamos no sofá vendo filme juntos, viajamos para a praia juntos, uma diversão sem fim! Porém, isso se tornou um problema quando a gente ia no supermercado: enquanto eu fazia as compras, ele roía a guia até que ela se rompesse

Imagem3.jpg

e ia correndo atrás de mim dentro do mercado, derrubando prateleiras e clientes pelo caminho, com medo de ser abandonado ali no estacionamento! Demorou um certo tempo (e muitas guias) para que ele entendesse que não precisava se preocupar: eu sempre voltaria!

Cansada de gastar dinheiro com guias caras, decidi que eu mesma faria as guias, peitorais e coleiras dele, afinal, eu sabia costurar e tinha uma máquina disponível em casa. Fiz alguns conjuntos e eles fizeram o maior sucesso! Recebi diversas encomendas, e quanto mais pessoas compravam, mais elas indicavam... e assim nasceu a Pet no Pote!

No começo de 2017, também na Rodovia Dutra, conheci um filhotinho muito simpático que havia sido resgatado por uma pessoa que não poderia ficar com ele e gostaria de doá-lo. Eu não pude resistir... e resolvi dar um irmãozinho pro Chuvisco: o Chicó! Ele já chegou em casa mostrando quem é que mandava ali, embora fosse (e continue sendo) muito menor que todos os moradores da casa!

E nossa família só aumenta! Chuvisco e Chicó ganharam um meio-irmão, um husky muito bonzinho chamado Cueva, e mais duas irmãzinhas vira-latas, a maluca Catarina e a bagunceira Kevillyn! E muitos outros resgatadinhos vindos da Rodovia Dutra (cães, gatos e até uma calopsita!) que não vieram pra nossa casa, hoje já têm uma família pra chamar de sua!

Quanto à Pet no Pote, ela ganhou um site maneiro, uma identidade visual apaixonante e um montão de clientes que adoram a marca, pois sabem que dentro desses potinhos não vão apenas produtos para pets, mas sim todo o amor e cuidado de quem entende o quanto esses pequenos podem transformar nossas vidas!

caos3.jpg